Comece pelo Começo

CHEGAMOS AO CINQUENTENÁRIO E VAMOS CONTINUAR.

Em julho de 1971, Francisco Cândido Xavier protagonizou um dos momentos mais marcantes a televisão brasileira, ao apresentar e divulgar o Espiritismo para milhões de pessoas durante sua participação no programa Pinga-fogo, da TV Tupi. Desde então, a procura por obras espíritas, especificamente de autoria do médium mineiro, obteve um crescimento significativo.

Diante desse fenômeno, Mehry Seba, publicitário e ativo trabalhador da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo (USE), idealizou e propôs uma campanha voltada ao público em geral que tivesse o interesse de conhecer a Doutrina Espírita, valorizando as obras fundamentais de Allan Kardec.

A campanha Comece pelo Começo foi criada em 1972, por iniciativa do Conselho Metropolitano Espírita – na época, órgão regional da USE, na Capital (atual USE Regional de São Paulo), com o objetivo de divulgar as obras fundamentais do Espiritismo, codificadas por Allan Kardec e orientar os ávidos leitores que buscavam conhecer, com segurança e solidez, a natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal.

As obras fundamentais representam o registro fiel e completo dos Espíritos Superiores à Humanidade. A Codificação Espírita constitui, portanto, a primeira fonte de onde jorram os princípios basilares da Terceira Revelação – o Consolador prometido por Jesus.

No ano de 2022, esta campanha completa 50 anos. Agradecemos aos colaboradores e convidamos você para continuar a divulgar a Codificação Espírita com esta temática, Comece pelo Começo, garantindo respostas ao coração e à razão.

Assista aqui o vídeo comemorativo aos 50 anos da campanha Comece pelo Começo.

Material de Divulgação

Aqui você encontra também o material de divulgação da campanha. Clique Aqui para Baixar o conteúdo todo ou clique nas figuras para abri-las.




Anúncios da Campanha

Aqui você encontra também os anúncios da campanha. Clique Aqui para Baixar o conteúdo todo ou clique nas figuras para abri-las.

Recomendações de uso das imagens da campanha: